Humanos tiveram papel crucial na extinção de mamutes

Humanos tiveram papel crucial na extinção de mamutes

Uma pesquisa publicada na revista Ecology Letters mostra que os humanos tiveram um papel significativo no processo de extinção dos mamutes lanosos na Eurásia.

Segundo a equipe internacional de cientistas liderada por pesquisadores da Universidade de Adelaide na Austrália e da Universidade de Copenhagen na Dinamarca, um caminho de 20 mil anos foi percorrido para a extinção da espécie.

Damien Fordham, professor associado do Instituto Ambiental da Universidade de Adelaide, o autor principal do estudo, disse “Nossa pesquisa mostra que os humanos foram um condutor crônico e crucial do declínio populacional de mamutes lanosos, tendo um papel essencial no momento e no local de sua extinção”.

“Usando modelos de computador, fósseis e DNA antigo, identificamos os próprios mecanismos e ameaças que foram essenciais no declínio inicial e posterior extinção do mamute lanoso”, revelou Fordham.

Segundo o site Phys, os pesquisadores enfatizam que o caminho para a extinção do mamute lanoso foi longo e duradouro, começando muitos milênios antes do evento de extinção final.

Assinaturas de mudanças anteriores na distribuição e demografia de mamutes lanosos identificados a partir de fósseis e DNA antigo mostram que as pessoas apressaram a extinção desses animais em até 4 mil anos em algumas regiões.

“Sabemos que os humanos exploraram os mamutes lanosos para obter carne, peles, ossos e marfim”, afirmou o pesquisador. “No entanto, até agora, tem sido difícil separar os papéis exatos que o aquecimento climático e a caça humana tiveram em sua extinção”.

Share and Enjoy !

Shares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Shares
%d blogueiros gostam disto: