Rui Barbosa tentou apagar a escravidão da história do Brasil

Advogado, escritor, orador, jurista, diplomata e filólogo, Rui Barbosa era considerado um polímata (uma pessoa que detém conhecimento em diversos assuntos). Essa inteligência acima da média levou o então ministro da Fazenda do Brasil de 1890 a tentar apagar sistematicamente — e de maneira literal — a escravidão do país.

Um documento ordenando a eliminação dos arquivos nacionais de todos os vestígios da escravatura no Brasil foi aprovado pelo Congresso Nacional, que permitiu que fossem queimados livros e registros dos cartórios municipais com dados relativos à compra, venda e transferência de escravizados em solo brasileiro.

Leia mais…

Share and Enjoy !

Shares
Shares
%d blogueiros gostam disto: